QUER RECEBER OFERTAS E DESCONTOS?
Cadastre seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades!
Pássaros Silvestres: Criação de bicudo

Pássaros Silvestres: Criação de bicudo

o Bicudo (Sporophila maximiliani) é uma ave passeriforme da família Thraupidae, sua cauda é composta de 12 penas e,  possui 17 penas em cada asa.  Pode ser avistado de longe, pois seu bico reluzente se destaca de tudo que está em sua volta, daí o nome –“Bicudo .

É um pássaro granívoro, aprecia principalmente as sementes de capim-navalha , navalha-de-macaco  e tiririca. É uma espécie rara, vive em pares bastante espalhados. Mede cerca de 15 cm de comprimento e quando adultos os machos apresentam coloração preta, com uma mancha branca na parte externa das asas. A parte inferior das asas apresenta nuances de branco e seu bico é branco ou manchado na maioria dos bicudos.

Na natureza podem viver por  10 anos, porém, em cativeiro atingem 30 anos ou mais, por receberem dieta balanceada, cuidados sanitários e pela ausência de predadores. Na maior parte do tempo, são encontrados aos casais, sendo um pássaro extremamente territorialista, domina o espaço de terra onde nidifica, não permitindo a presença de outros exemplares de sua espécie. A agressividade também é demonstrada para com outros tipos de aves, desde que entenda que está sendo incomodado. Seu território seria como um círculo em volta do ninho, de aproximadamente 100 metros de diâmetro, onde seu canto pode ser escutado com nitidez.

A fêmea é também muito agressiva e pode travar luta de morte com outra fêmea para defender seu território e seu macho. Ela não aceita a presença de outra fêmea em hipótese alguma e costuma ser ainda mais ciumenta e violenta que o macho. É comum o casal se desentender e se machucarem por ciúme, quando algum outro, macho ou fêmea, invade o território.

O macho costuma usar de muita violência, obrigando a fêmea a se afastar de perto do adversário, para depois vir enfrentá-lo.  Está sempre migrando, pois, detesta ser incomodado e, se tal acontecer, reage de imediato, mudando de território. As posturas são de 2 a 3 ovos e o período de incubação variando de 13 a 15 dias. A estação reprodutiva vai de outubro a março (dependendo da região) e um casal pode tirar até três ninhadas no período.

 

© Direitos reservados - Mundo dos Pássaros