QUER RECEBER OFERTAS E DESCONTOS?
Cadastre seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades!
  • Gaiolas para pássaros silvestres

    Gaiolas para pássaros silvestres

    Apesar da variedade entre animais existentes e os diferentes tipos de pessoas que gostam de criá-los, um fato é predominante: os verdadeiros apaixonados por animais buscam sempre garantir o bem-estar de cada um deles e fazer tudo de forma legal.

    O cuidado e a preocupação em adquirir gaiolas para pássaros é um dos sinais que demonstra a atenção do criador em manter um local agradável para o seu pássaro. É um investimento que requer atenção e carinho na hora da escolha e manutenção.

    COMO ESCOLHER GAIOLAS PARA PÁSSAROS

    A escolha vai depender, basicamente, do tipo de canário para o qual a gaiola será adquirida, afinal, o tamanho proporcional e o modelo variam de acordo com as características que o criador julgue mais aconchegante a apropriada para o canário em questão.

    Dentre as opções de gaiolas é possível escolher entre, especificamente, 3 modelos.  Por terem características diferenciadas, será bem provável que sirva satisfatoriamente para pássaros de diversos tamanhos e aspectos.

    Além disso, os valores também variam podendo contemplar satisfatoriamente tanto os criadores que desejam investir mais recursos financeiros quanto aqueles que desejam economizar podendo adquirir gaiolas entre os valores de R$69,00 a R$140,00.

    MODELOS IDEAIS DE GAIOLAS PARA TODO TIPO DE PÁSSARO

    Gaiola retangular em madeira. Nas dimensões de 45x55x23cm é uma gaiola bastante espaçosa projetada com passadores largos nas laterais. Além do espaço, se percebe bastante cuidado na aplicação das peças em madeira e um acabamento detalhado no interior e exterior da peça.

    Gaiola portal (formato arredondado) em madeira. Essa gaiola possui as dimensões de 51x46x20cm e um acabamento indiscutivelmente caprichado. Os detalhes são bastante valorizados, assim como o cuidado com as armações de metal inseridas na madeira. O interior e o exterior dessa gaiola são detalhados com peças em tons de marram que se harmonizam bastante com a cor da madeira principal.

    Gaiola arco em arame epóxi. As dimensões dessa gaiola são de 42x41x22 cm, portanto, um pouco menor que as anteriores. Design prático de manusear e com bastante durabilidade devido o tempo de vida útil do arame epóxi com o qual é feito a gaiola. Além desse material, há apenas alguns detalhes de madeira no interior que são utilizados como suporte para os pássaros no interior da gaiola.

    Além de serem utilizadas para pássaros, essas gaiolas também são ideais para passamos como: bicudo, curió e calopsita. Sejam quais forem os seus prediletos, ou ainda que sejam todos eles, poderá fazer uma escolha adequada e um investimento seguro.

  • Ácaro de Traquéia em Canários Roller

    Ácaro de Traquéia em Canários Roller

    Os canários Roller são aves muito admiradas por sua bela aparência e pela beleza de seu canto. Algumas pessoas têm verdadeiros criadouros desse tipo de pássaro e por apreciá-los tanto, aprendem inúmeras coisas a seu respeito para poderem tratá-los de maneira adequada e saudável.

    Criadores de aves em geral se preocupam com os males que podem vir a afetar sua criação. Muitos acabam perdendo seus animais por desconhecer os cuidados que se deve ter com estas pequenas e frágeis aves, porém belíssimas.

    As doenças mais comuns em pássaros são as doenças respiratórias como o ácaro de traquéia em Canários Roller  que é um tormento para criadores desses pássaros.

    O ácaro de traqueia ou asma-fole-de-canário é uma doença causada pelo parasita “Sternostoma Tracheacolum” que se aloja no bico dos canários e atingem suas vias respiratórias causando uma séria crise alérgica.

    PRINCIPAIS SINTOMAS DO ÁCARO DE TRAQUÉIA EM CANÁRIOS Roller

    São variados os sintomas de ácaro de traqueia em canários e costumam aparecer mais no final da tarde ou à noite e geralmente o pássaro infectado apresenta sinais como:

    • Esfregam o bico constantemente nas grades da gaiola;
    • Abrem e fecham o bico várias vezes sem emitir som;
    • Aparentam estar cansados;
    • Emitem algum chiado parecido com gemidos, tosse ou espirros;
    • Emitem um canto rouco;
    • Alguns  ficam “sem voz” (canto sem som);
    • Dormem embolados;
    • Alimentam-se menos que de costume, ficando debilitados e facilitando o aparecimento de outras doenças;
    • Segurando-o nas mãos, percebe-se a respiração ofegante.

    O ácaro de traquéia em canários Roller pode provocar o comprometimento de até 50% da capacidade de reprodução dessas aves e em alguns casos, a perda completa do canto e até mesmo a morte.

    Essa é uma doença infecciosa e altamente contagiosa, cuja contaminação pode ocorrer através de:

    • Água ou comida contaminada;
    • Regurgitação de adultos no trato com os filhotes;
    • Contato com outras aves que possam entrar nas gaiolas;
    • Através do ar contaminado pelos espirros e tosses de aves doentes.

    SAIBA COMO PREVENIR E TRATAR O ÁCARO DE TRAQUÉIA EM CANÁRIOS Roller

    Algumas medidas contribuem para a prevenção do problema evitando assim, muitas complicações. Estas medidas são:

    • Manter gaiolas e criadouros sempre limpos e higienizados;
    • Afastar em quarentena as aves que participam de torneios e exposições e seus ovos;
    • Evitar contato com outras aves (galinhas, pardais, pombos, etc.) e
      usar comedouros fechados para impedir que as aves defequem na comida;
    • Colocar 2 gotinhas de vinagre na água do banho pode evitar a contaminação.
    • Uso de allax

    allax-rouquido-e-acaros-de-traqueia-296501-MLB20351860044_072015-O

    O tratamento mais eficaz no momento é a combinação de polivitamínicos e vermictina. Mas é preciso procurar a orientação de um veterinário, pois o uso de medicamentos de forma incorreta pode provocar danos irreparáveis à sua criação.

  • O Canto do Canário

    O Canto do Canário

    Olá pessoal, separamos alguns videos de canário cantando em alto e belo som.

    Confira:

    Esse é um belo de cantor profissional:

    Outros ainda estão aprendendo, mas pouco a pouco eles soltam o gogó:

    E em caso de problemas com perturbações do canto indicamos uso de minerais e vitaminas da CantoLindo que podem ajudar nosso companheiro.

    3CantoLindo Minerais: É uma medicação tônica mineralizante vitaminada para pássaros de gaiola e viveiros. Nas fases críticas da criação: crescimento, perturbações do canto, muda de plumagem, acasalamento, postura e choco. Na preparação das aves para exposições. No ‘stress’ por causas diversas: transporte, excesso de calor, frio e umidade. Posologia: Em casos curativos, diluir 10 gotas em um bebedouro com cerca de 40mL de água. Administrar enquanto necessário. Em casos profiláticos, diluir 5 gotas em um bebedouro com cerca de 40 mL de água, durante 5 a 7 dias ao mês, em todas as fases do crescimento e criação.

    Para mais detalhes, dicas e curiosidades sobre o mundo dos pássaros não deixe de acompanhar nosso blog.

  • Planejando viajar com seu Pássaro? confira nossas dicas.

    Planejando viajar com seu Pássaro? confira nossas dicas.

    Viajar com o seu pássaro poderia ser algo impensável, mas na prática é um ato que apenas requer alguma preparação antes da partida, veremos nesse post algumas dicas para um transporte seguro e agradável para nossos amigos.

    A primeira coisa a se fazer é avaliar se a sua ave possui capacidade de adaptação em um novo ambiente, pois ela poderá ser nova ou velha demais, ou ainda em recuperação de um período de doença ou simplesmente ser frágil o suficiente e acabar não aguentando a viagem.

    A melhor opção será então procurar um amigo ou até mesmo um hotel para animais que possa tomar conta do seu pássaro convenientemente. Neste caso, você também terá que ter alguns cuidados, não basta apenas entregar o animal.

    Leve também uma pequena reserva de alimentos habituais para que assim ela não sinta uma diferença tão grande ao mudar para outra casa ou para um hotel.

    No entanto, caso não tenha outra forma e você terá mesmo de levar seu pássaro na viagem, antes da partida marque uma consulta com o veterinário para fazer um check-up, no intuito de detectar eventuais sintomas que a impeçam de viajar.

    Informe ao veterinário para onde vai e quanto tempo vai estar ausente. O médico, melhor que ninguém, saberá quais as precauções a tomar para evitar doenças, parasitas ou mesmo mal estar devido o seu pássaro se encontrar fora do seu habitual meio.

    Transportando seu pássaro na viagem

    O melhor meio de acomodar seu pássaro durante a viagem seria dentro de uma gaiola ou um contentor específico para viajar com animais. Este deverá ter o tamanho suficiente para ela possa se movimentar livremente, mas não voar. As portas deverão estar bem seguras de preferência com grampos de segurança. Por fora, você deverá escrever o nome do animal, o seu endereço residencial e um telefone de contato. Verifique qual o tipo de contentor que as companhias aéreas aceitam, pois elas costumam ter rígidas normas para esta categoria. E lembre-se que é importante antes da viagem, habituar a ave a permanecer dentro do contentor. Para evitar risco de perda ou extravio, além da identificação por fora que já mencionamos, é também de suma importância colocar no pé de seu pássaro uma anilha de identificação.

    Materiais que você deverá levar consigo durante a viagem

    – Uma gaiola para manter o pássaro durante a estadia no local de destino;
    – Comida suficiente para a viagem (e mais se no destino não puder adquirir);
    – Água fresca para toda a viagem;
    – Recipientes para a comida e água;
    – Medicamentos recomendados pelo veterinário;
    – Material para a higiene e cuidados do animal (cotonetes, cortador de unhas especial para
    aves);
    – Estojo de primeiros socorros.

    Planeje a viagem com antecedência

    Ao planejar sua viagem procure obter o telefone para contato de um veterinário na cidade de seu destino, também verifique se poderá comprar lá a alimentação necessária. Escolha um hotel (alojamento) que aceite a permanência de animais (certifique-se sempre, o melhor mesmo é telefonar com antecedência). Acampar não é uma boa solução de férias para o seu pássaro, pois ficará sujeita a potenciais predadores e bem como variações atmosféricas inesperadas.

    Nunca dê á ele calmantes ou tranquilizantes a menos que tenham sido prescritos pelo veterinário. Tenha em mente que estes tipos de medicamentos poderão diminuir os fatores de equilíbrio e reação impedindo assim que o seu pássaro possa fugir e ultrapassar eventuais situações de risco durante a viagem.

    Nos dias anteriores à viagem não altere as rotinas e a alimentação da sua ave, pois isso poderá causar um stress excessivo.

    Para mais detalhes, dicas e curiosidades sobre o mundo dos pássaros não deixe de acompanhar nosso blog.

© Direitos reservados - Mundo dos Pássaros